Pular para o conteúdo

Salmo 4

Salmo 4

1 Responde-me quando clamo, ó Deus que me fazes justiça! Dá-me alívio da minha angústia; tem misericórdia de mim e ouve a minha oração.

2 Até quando vocês, ó poderosos, ultrajarão a minha honra? Até quando amarão a ilusão e saquearão a minha alma? Pausa

3 Saibam, porém, que o Senhor escolheu para si aquele que é piedoso; o Senhor me ouve quando clamo por ele.

4 Tremam e não pequem; pensem no coração, estando deitados em suas camas e em silêncio.

5 Ofereçam sacrifícios de retidão e confiem no Senhor.

6 Muitos perguntam: “Quem nos fará desfrutar o bem?” Faze, Senhor, resplandecer sobre nós a luz do teu rosto!

7 Encheste o meu coração de alegria, alegria maior do que a daqueles que têm fartura de trigo e de vinho.

8 Em paz me deito e logo adormeço, pois só tu, Senhor, me fazes viver em segurança.


Comentário:

O Salmo 4 é uma oração noturna que expressa a confiança do salmista na justiça e misericórdia de Deus. Mesmo em meio às dificuldades e à oposição dos poderosos, o salmista clama a Deus por alívio e ouve uma resposta de esperança. Ele lembra a si mesmo e aos outros da importância de temer a Deus e viver em retidão, confiando em Sua providência. Este Salmo nos lembra que a verdadeira felicidade e segurança vêm de confiar em Deus e viver de acordo com Sua vontade. Ele nos encoraja a oferecer sacrifícios de retidão e a confiar na luz do rosto de Deus para nos guiar em meio às trevas da vida. Assim como o salmista encontra paz e alegria em Deus, também podemos encontrar descanso e segurança em Sua presença.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *