Pular para o conteúdo

Salmo 8

Salmo 8

1 Senhor, nosso Senhor, como é majestoso o teu nome em toda a terra! Tu, cuja glória é cantada nos céus.

2 Dos lábios das crianças e dos recém-nascidos firmaste o teu nome como fortaleza, por causa dos teus adversários, para silenciar o inimigo e o vingativo.

3 Quando contemplo os teus céus, obra dos teus dedos, a lua e as estrelas que ali firmaste,

4 pergunto: Que é o homem, para que com ele te importes? E o filho do homem, para que com ele te preocupes?

5 Contudo, tu o fizeste um pouco menor do que os seres celestiais e o coroaste de glória e de honra.

6 Tu o fizeste dominar sobre as obras das tuas mãos; sob os seus pés tudo colocaste:

7 todos os rebanhos e manadas, e até os animais selvagens,

8 as aves do céu, os peixes do mar e tudo o que percorre as veredas dos mares.

9 Senhor, nosso Senhor, como é majestoso o teu nome em toda a terra!


Comentário:

O Salmo 8 é um hino de louvor à majestade de Deus e à dignidade humana. O salmista admira a grandeza de Deus ao contemplar a criação, reconhecendo Sua glória manifestada nos céus e na Terra. Apesar da imensidão do universo, o salmista se maravilha com o fato de que Deus se importa com os seres humanos, coroando-os de glória e honra e dando-lhes domínio sobre toda a criação. Este Salmo nos lembra da posição especial que Deus concedeu à humanidade como coroa da Sua criação, destacando nossa responsabilidade de cuidar e governar com sabedoria sobre a Terra. Ele também nos convida a louvar a majestade de Deus, cujo nome ressoa em toda a terra, desde os lábios das crianças até os confins do universo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *