Pular para o conteúdo

Atos 10: O que é?

Atos 10

Se você está procurando por um capítulo emocionante e esclarecedor da Bíblia, Atos 10 é uma excelente escolha. Este capítulo conta a história de Cornélio, um centurião romano temente a Deus, e sua interação com Pedro, um dos discípulos de Jesus.

Vários animais

Cornélio recebe uma visão de um anjo que lhe diz para procurar Pedro, que estava em Jope naquela época. Enquanto isso, Pedro também recebe uma visão de Deus que o instrui a pregar para não-judeus, algo que era considerado controverso na época. Quando Cornélio finalmente encontra Pedro, ele o recebe em sua casa e, após ouvir a mensagem de Pedro, Cornélio e sua família se convertem ao cristianismo.

Atos 10 é um capítulo importante porque marca um ponto de virada na história do cristianismo. Antes deste capítulo, a maioria dos cristãos era de origem judaica e acreditava que o cristianismo era uma extensão do judaísmo. No entanto, a visão de Pedro e a conversão de Cornélio mostraram que o cristianismo não era apenas para os judeus, mas para todas as pessoas.

A Visão de Cornélio e o Chamado de Pedro

Atos 10

O capítulo 10 de Atos começa com a história de Cornélio, um centurião romano temente a Deus que vivia em Cesareia. Cornélio era conhecido por suas orações e esmolas ao povo. Em uma visão, um anjo de Deus apareceu a Cornélio e disse-lhe para chamar um homem chamado Pedro, que estava em Jope.

Cornélio, o Centurião Temente a Deus

Cornélio era um gentio, mas ele acreditava em Deus e tinha um relacionamento íntimo com Ele. Ele orava e fazia muitas esmolas ao povo. Deus ouviu suas orações e enviou um anjo para falar com ele. O anjo disse a Cornélio para enviar homens a Jope para chamar um homem chamado Pedro. Cornélio obedeceu prontamente e enviou seus servos para Jope.

Pedro e a Visão do Lençol

Enquanto isso, Pedro estava em Jope orando no terraço da casa de Simão. Ele teve uma visão de um lençol descendo do céu com animais impuros e limpos. Deus disse a Pedro para matar e comer os animais impuros. Pedro recusou-se a fazê-lo, pois ele era um judeu e acreditava que os animais impuros eram proibidos pela lei judaica. Mas Deus disse a Pedro que não considerasse impuro o que Ele havia purificado.

Enquanto Pedro ainda estava tentando entender a visão, os servos de Cornélio chegaram e o convidaram a ir a Cesareia. Pedro, guiado pelo Espírito Santo, aceitou o convite e foi à casa de Cornélio. Lá, Pedro pregou o evangelho a Cornélio e sua família, e eles foram batizados. Isso mostrou que o evangelho não era apenas para os judeus, mas para todos os povos, incluindo os gentios.

Em resumo, a visão de Cornélio e o chamado de Pedro mostram como Deus está disposto a se revelar a todos aqueles que O buscam sinceramente. Ele não faz acepção de pessoas e deseja que todos venham ao conhecimento da verdade.

O Encontro de Pedro com Cornélio

Quando Cornélio, um centurião romano, recebeu uma mensagem do Senhor em uma visão, ele enviou seus servos para buscar Pedro. Pedro, um judeu, teve sua própria visão do Espírito Santo, que o preparou para o encontro com Cornélio.

A Chegada de Pedro a Casa de Cornélio

Pedro chegou à casa de Cornélio e encontrou muitas pessoas reunidas lá. Cornélio, que havia se prostrado diante de Pedro, o levantou e disse que Deus havia enviado um anjo para falar com ele. Pedro então entrou na casa de Cornélio e falou com ele e com os outros que estavam presentes.

Pedro explicou que, como judeu, ele não deveria estar em uma casa de gentios, mas que Deus havia mostrado a ele que não deveria considerar ninguém impuro ou imundo. Pedro então pregou a mensagem do evangelho para Cornélio e seus amigos e familiares.

Pedro Entende a Visão

Pedro entendeu que a visão que ele havia recebido do Espírito Santo era uma mensagem de Deus para que ele pregasse o evangelho para os gentios. Antes disso, Pedro acreditava que a lei judaica proibia o contato com os gentios e que somente os judeus poderiam se tornar seguidores de Jesus.

No entanto, a visão de Pedro o ajudou a entender que a paz e a salvação de Deus se estendem a todos os povos, não apenas aos judeus. Pedro percebeu que o Espírito Santo não fazia distinção entre judeus e gentios, e que todos aqueles que se arrependem e crêem em Jesus podem ser salvos.

Assim, o encontro de Pedro com Cornélio foi um momento crucial na história do cristianismo, pois abriu as portas da igreja para os gentios e mostrou que a mensagem do evangelho é para todos.

O Discurso de Pedro e a Aceitação dos Gentios

Depois de ter sua visão celestial, Pedro se encontra com Cornélio, um centurião romano e gentio, que deseja ouvir a mensagem de Deus. Pedro prega sobre Jesus Cristo e como Ele foi ungido por Deus com o Espírito Santo e poder. Ele também fala sobre como Jesus andou pela terra fazendo o bem e curando todos os oprimidos pelo diabo. Ao final do discurso, Pedro afirma que Jesus ressuscitou dentre os mortos e que Ele é o juiz dos vivos e dos mortos.

Pedro Prega sobre Jesus Cristo

Pedro prega sobre como Jesus foi crucificado e morto, mas que Deus o ressuscitou dentre os mortos no terceiro dia. Ele enfatiza que Jesus é o único que pode perdoar os pecados e que todos que creem em seu nome receberão o perdão dos pecados. Pedro também fala sobre como Jesus é o Messias prometido nas Escrituras e como Ele foi testemunhado por muitos.

O Espírito Santo Desce sobre os Gentios

Enquanto Pedro ainda está falando, o Espírito Santo desce sobre os gentios que estão ouvindo a mensagem. Eles começam a falar em línguas e a glorificar a Deus. Pedro então percebe que Deus não faz acepção de pessoas e que a mensagem de Jesus é para todos, não apenas para os judeus. Ele decide então batizar os gentios que creram na mensagem e que foram batizados com o Espírito Santo.

Em resumo, a mensagem de Pedro é sobre a paz que Jesus traz e como Ele é o único caminho para a salvação. Pedro deixa claro que a mensagem de Jesus é para todos, não apenas para os judeus. Ele enfatiza a importância do batismo e da em Jesus Cristo como o único caminho para a salvação.

Consequências e Reflexões

O Batismo dos Gentios

O capítulo 10 de Atos narra a história do centurião romano Cornélio, um homem piedoso que temia a Deus e fazia muitas esmolas ao povo. Ele recebeu uma visão de um anjo que lhe disse para enviar homens a Jope para chamar Pedro. Pedro, por sua vez, teve uma visão de Deus que lhe mostrou que não deveria considerar impuro o que Deus havia purificado. Pedro então pregou a palavra de Deus para Cornélio e sua família, e eles creram e receberam o Espírito Santo.

Este evento foi significativo porque marcou a aceitação dos gentios na igreja. Antes disso, muitos judeus cristãos acreditavam que a salvação era apenas para os judeus e que os gentios precisavam se converter ao judaísmo antes de se tornarem cristãos. No entanto, a visão de Pedro e a experiência de Cornélio mostraram que Deus não faz acepção de pessoas e que a salvação é para todos que creem, independentemente da sua origem étnica.

A Reação da Comunidade Judaica

No capítulo 10 de Atos, Pedro é questionado pelos irmãos judeus em Jerusalém sobre por que ele entrou na casa de um gentio e comeu com ele. Pedro explicou que Deus havia mostrado a ele que não deveria considerar impuro o que Deus havia purificado e que o Espírito Santo havia sido derramado sobre os gentios da mesma forma que sobre os judeus.

A reação da comunidade judaica foi mista. Alguns ficaram satisfeitos em saber que os gentios estavam recebendo a palavra de Deus, enquanto outros ainda estavam relutantes em aceitar a ideia de que os gentios podiam se tornar cristãos sem se converter ao judaísmo primeiro.

Esta história nos ensina que a fé em Jesus Cristo é para todos, independentemente da nossa origem étnica ou social. Não devemos fazer acepção de pessoas, mas sim amar e aceitar a todos como iguais diante de Deus.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *